Quinta, 23 Novembro, 2017
       Flickr
       YouTube
       Twitter
       Facebook
       Orkut

Pesquisa no Site

André Luiz

A escolha do nome do nosso querido Centro Espírita foi um tanto curiosa. Diversos nomes de personalidades importantes do Espiritismo foram colocados em uma urna, na qual um nome foi sorteado. Dessa forma, "ao acaso", o nome de André Luiz foi escolhido, prestando homenagem ao espírito de luz, que deixou precioso legado em prol da Doutrina Espírita. Seguindo o exemplo de seu mentor, o Centro Espírita André Luiz é hoje um dos centros espíritas de referência no Distrito Federal por sua marcante atuação nos trabalhos de assistência espiritual e social, além de seu importante papel na divulgação doutrinária.

André LuizO espírito que conhecemos como André Luiz, em sua última encarnação, foi um médico brasileiro residente no Rio de Janeiro. Formou-se em medicina sem maiores sacrifícios, compartilhando os vícios da mocidade do seu tempo.
Alguns espíritas, talvez mais levados pela curiosidade do que por fins práticos, já criaram algumas hipóteses sobre a identificação do médico carioca desencarnado, mas são apenas especulações sem maior solidez ou confirmação pelo próprio André Luiz.
André Luiz, na condição de encarnado, organizou um lar, teve três filhos, duas meninas e um menino, perseguindo situação estável que garantisse a tranquilidade econômica do seu grupo familiar.

Perdeu sua irmã Luísa quando ainda era criança e o seu pai três anos antes de seu desencarne. Desencarnou após lutar por mais de quarenta dias na Casa de Saúde, tentando vencer a morte. Sofreu duas operações graves, devido à oclusão intestinal derivada de elementos cancerosos que, por sua vez, eram resultado de algumas leviandades no campo da sífilis. Teve ainda todo o aparelho gástrico destruído à custa de excessos de alimentação e bebidas alcoólicas. Devido a isso, entrou no plano espiritual como suicida inconsciente.

Após o desencarne, transcorridos mais de oito anos consecutivos no Umbral, foi resgatado por Clarêncio, um dos ministros do Auxílio de Nosso Lar, após inúmeros pedidos de sua mãe que habitava esferas mais altas no plano espiritual. Clarêncio tornou-o seu pupilo e lhe informou que o local onde se encontrava naquele momento - Colônia Espiritual Nosso Lar – tratava-se de uma das esferas espirituais vizinhas à Terra, sendo o sol que o iluminava o mesmo que vivificara seu corpo físico.

Decorrido algum tempo de aprendizado e trabalho em Nosso Lar, por volta de 1939, André Luiz teve permissão para visitar sua família na Terra. Encontrou em seu antigo lar a filha mais velha casada e com um filhinho ao colo. Sua companheira havia desposado outro homem, de nome Dr. Ernesto, o que lhe causou profunda dor. Dr. Ernesto, no entanto, encontrava-se naquele momento de cama e muito enfermo, estando ainda cercado por entidades inferiores devotadas ao mal. Soube ainda que seu único filho varão encontrava-se perdido no mundo praticando inúmeras loucuras e que sua filha mais nova havia começado a se interessar pelo espiritismo. Foi nesse cenário que André Luiz aprendeu o verdadeiro significado da palavra amor. Vencendo o orgulho e o egoísmo e com a ajuda da amiga Narcisa, trabalharam ativamente na cura do novo esposo de sua companheira. Com esse ato, André Luiz conquista o título de cidadão de Nosso Lar.

Com bons conhecimentos científicos e grande capacidade de observação foi-lhe permitido relatar, através do médium Francisco Cândido Xavier, suas experiências como desencarnado. Desejando manter o anonimato - possivelmente respeitando parentes ainda encarnados - quando questionado sobre seu nome, respondeu adotando o nome de um dos irmãos de Chico Xavier.

O primeiro livro de André Luiz é de 1943. Neste livro ele descreve sua chegada ao plano espiritual, iniciando pelo período de perturbação imediato após a morte, seguindo pelo seu restabelecimento e primeiras atividades,  até o momento em que se torna "cidadão" de "Nosso Lar", colônia espiritual que dá nome ao livro.

Seguem-se outras obras que descrevem experiências e estudos do autor no plano espiritual, que ao longo da obra vão cada vez mais sendo direcionados a tarefa de esclarecimento dos encarnados sobre as realidades do plano espiritual, através da mediunidade de Francisco Cândido Xavier (as datas são dos prefácios de Emmanuel):

Obras de André Luiz

  • 26 de fevereiro de 1944: Os Mensageiros, médium Francisco Cândido Xavier, FEB;
  • 13 de maio de 1945: Missionários da Luz, médium Francisco Cândido Xavier, FEB;
  • 25 de março de 1946: Obreiros da Vida Eterna, médium Francisco Cândido Xavier, FEB;
  • 25 de março de 1947: No Mundo Maior, médium Francisco Cândido Xavier, FEB;
  • 18 de junho de 1947: Agenda Cristã, médium Francisco Cândido Xavier, FEB;
  • 22 de fevereiro de 1949: Libertação, médium Francisco Cândido Xavier, FEB;
  • 23 de janeiro de 1954: Entre o Céu e a Terra, médium Francisco Cândido Xavier, FEB;
  • 3 de outubro de 1954: Nos Domínios da Mediunidade, médium Francisco Cândido Xavier, FEB;
  • 1 de janeiro de 1957: Ação e Reação, médium Francisco Cândido Xavier, FEB;
  • 21 de julho de 1958: Evolução em Dois Mundos, médiuns Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira, FEB;
  • 6 de agosto de 1959: Mecanismos da Mediunidade, médium Francisco Cândido Xavier, FEB;
  • 17 de janeiro de 1960: Conduta Espírita, médium Waldo Vieira, FEB;
  • 4 de julho de 1963: Sexo e Destino, médiuns Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira, FEB;
  • 2 de janeiro de 1964: Desobsessão, médiuns Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira, FEB;
  • 18 de abril de 1968: E a Vida Continua, médium Francisco Cândido Xavier, FEB;
  • 21 de maior de 1975: Respostas da Vida, Médium Francisco Cândido Xavier, IDEAL.
Última atualização em Ter, 12 de Outubro de 2010 09:31
 

A obra mediúnica de André Luiz teve - e ainda tem - uma influência considerável sobre o movimento espírita. Suas descrições do plano espiritual - tornando mais preciso e detalhado nosso conhecimento do mesmo - estabeleceram novo patamar de compreensão da vida espiritual. Também incentivaram a criação de instituições espíritas devotadas às atividades assistenciais e grupos de estudos inumeráveis. Por exemplo, temos as "Casas André Luiz" e o "Grupo Espírita Nosso Lar", que se dedicam ao atendimento de crianças deficientes; a "Casa Transitória Fabiano de Cristo", que se dedica ao atendimento de gestantes carentes; o grupo "Os Mensageiros" que se dedica à distribuição gratuita de mensagens espíritas; a própria Associação Médico-Espírita, que tem aprofundado o estudo das obras mediúnicas de André Luiz e suas relações com a prática médica.

É interessante observar que o primeiro livro de André Luiz causou grande impacto pela novidade de suas informações. Alguns chegaram a contestar suas descrições de uma vida espiritual muito semelhante a que levamos na Terra, mas o acúmulo de evidências - desde mensagens descrevendo de modo fragmentário a vida espiritual, até obras completas de outros espíritos, por médiuns como Yvonne A. Pereira - provaram sua veracidade. O mais curioso é que descrições semelhantes já existiam desde os primeiros tempos do "Modern Spiritualism" - por exemplo, as que foram registradas por Andrew Jackson Davis (1826 -1910), mas tinham caído no esquecimento.

Bibliografia

  1. As Vidas de Chico Xavier, Marcel Souto Maior, Ed. Rocco;
  2. Chico Xavier - Mensageiro de Deus, Coleção Luzes do Caminho, Editora Escala;
  3. Ciclo de Estudos Sobre a Evolução em Dois Mundos - Boletim Médico-Espírita, número 5, Dr. Paulo Bearzoti, AME;
  4. História do Espiritismo, Arthur Connan Doyle, tradução de Júlio de Abreu Filho, Editora Pensamento;
  5. Lindos Casos de Francisco Cândido Xavier, Ramiro Gama, LAKE;
  6. Obras diversas de André Luiz.

Mensagem do Dia

Convém lembrar que os nossos ouvidos podem ser transformados em extintores do mal, todas as vezes em que o mal nos procure.

Calma - Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Emmanuel.

Mapa do Site                  Fale Conosco

CONTATO

Centro Espírita André Luiz
QE 16, Área Especial "A" - Guará I
Brasília - DF
CEP: 71015-264
Tel.: (61) 3568-8629
Fax: (61) 3381-2995
[email protected]

REDES SOCIAIS

Facebook Twitter Flickr Flickr

Login